Motorista de Ferrari é preso após bater em carro que o impedia de ultrapassar

Dono do superesportivo jogou o outro carro para fora de rodovia na Itália

BBC Brasil |

selo

Ferrari/Divulgação
Modelo Ferrari 458 semelhante ao envolvido no acidente na Itália
O motorista de uma Ferrari e seu acompanhante foram presos após agredirem o dono de um carro Fiat 600 que não lhes deu passagem em uma rodovia na Itália.

Segundo a imprensa italiana, a perseguição aconteceu no dia 31 de dezembro em Roma.

Uma Ferrari 458 preta, estimada em cerca de R$ 429 mil, tentou ultrapassar o Fiat 600, sem sucesso. Por causa disso, a Ferrari perseguiu e bateu repetidamente no outro carro.

Depois de empurrar o veículo menor para fora da pista, o motorista da Ferrari saiu do carro e quebrou o vidro do veículo. Em seguida, ele e seu acompanhante espancaram o dono do Fiat 600.

A cena foi assistida por outros motoristas, que acionaram a polícia. Um policial fora de serviço parou o carro e chamou reforço para apartar a briga, que já envolvia, além dos motoristas da Ferrari e do Fiat, outro passageiro do primeiro carro.

Ficha na polícia

Os motorista e o passageiro da Ferrari, de 32 e 30 anos respectivamente, foram levados à delegacia Regina Coeli, em Roma.

Eles já tinham fichas policiais e devem responder por agressão, dano criminoso à propriedade e resistência à prisão.

Dentro da Ferrari preta ainda foram encontrados 27.500 euros (cerca de R$ 61 mil) em dinheiro, cuja origem está sendo investigada.

O motorista do Fiat foi levado para o Hospital Santo Eugênio com ferimentos leves.

    Leia tudo sobre: itáliaFerrari 458Fiat 600

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG