México anuncia prisão de um dos traficantes mais procurados do país

Governo americano oferecia uma recompensa de US$ 2 milhões por informações sobre "Barbie"

BBC Brasil |

selo

AFP
Foto divulgada pelo polícia mexicana mostra o traficante Édgar Valdez Villarreal, conhecido como Barbie, durante sua prisão em Cuernavaca
O governo do México anunciou na noite de segunda-feira a prisão de Édgar Valdez Villareal, também conhecido como 'Barbie', um dos traficantes de drogas mais procurados do país.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública mexicana, a prisão ocorreu no Estado de México, no centro do país, após um trabalho de inteligência que teve início em junho do ano passado.

Valdez teria ligações com o poderoso cartel de Beltrán Leyva e estaria disputando o controle da organização com Hector Beltrán Leyva.

Conhecido por sua violência, ele é acusado de distribuir milhares de quilos de cocaína no leste dos Estados Unidos entre 2004 e 2006.

O governo dos Estados Unidos oferecia uma recompensa de US$ 2 milhões por informações que levassem à sua captura.

'Barbie'

Segundo Inma Gil, repórter da BBC no México, Valdez nasceu no Estado americano do Texas e já teve ligações com o cartel de Sinaloa. Sua pele clara e os olhos azuis fizeram com que recebesse o apelido de 'Barbie'.

A prisão de Valdez deve ser encarada no país como mais um sucesso do governo do presidente Felipe Calderón em sua luta contra o narcotráfico. Quando assumiu a presidência, em dezembro de 2006, Calderón prometeu empreender uma guerra contra os cartéis de drogas.

Desde então, mais de 28 mil pessoas morreram por causa da violência relacionada ao tráfico. Na segunda-feira, a Polícia Federal do México anunciou que cerca 3,2 mil policiais - 10% de seu efetivo - foram afastados neste ano por suspeitas de corrupção, incompetência ou ligações com criminosos.

    Leia tudo sobre: méxicotráficonarcotráficocartéis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG