Mais de 200 crocodilos escapam no México após passagem do Karl

Espécie pode chegar a três metros de comprimento; autoridades pedem à população que não tente resgatar ou matar os animais

BBC Brasil |

selo

Cerca de 280 crocodilos escaparam de um viveiro na cidade mexicana de La Antigua (Estado de Veracruz), devido a uma inundação causada pela passagem do furacão Karl, no último fim de semana.

Os animais estavam em uma lagoa localizada dentro de uma unidade de preservação ambiental, onde deveriam se reproduzir.

No entanto, as cheias fizeram com que as águas do rio La Antigua invadissem o viveiro, carregando os répteis para fora do local.

A informação inicial era que 400 crocodilos teriam escapado, mas o número foi retificado nessa segunda-feira pelo governador do Estado, Fidel Herrera Beltrán. "Estou avaliando a situação com a Marinha, mas espero que não haja maiores danos porque a água está baixando consideravelmente", afirmou.

Os crocodilos são todos da espécie moreletti, que podem chegar a três metros de comprimento. Autoridades ambientais mexicanas pedem à população que não tente resgatar ou matar os animais.

Estragos do Karl

A passagem do furacão Karl deixou pelo menos 12 mortos e milhares de desabrigados nos Estados mexicanos de Veracruz, Tabasco, Chiapas, Oaxaca, Puebla, Tlaxcala, Nuevo León e Tamaulipas. Várias localidades continuam inundadas.

A extensão completa dos estragos ainda está sendo analisada pelas autoridades. Antes mesmo da passagem do Karl, o Estado de Veracruz já vivia um de seus verões mais chuvosos na história.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG