Lula absolve Dunga e diz que torcerá para Mercosul na Copa

O presidente julgou a derrota, de virada após estar vencendo por 1x0 no primeiro tempo, como "coisa do futebol"

BBC Brasil |

selo

Na chegada à Ilha do Sal, em Cabo Verde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ter aprovado o trabalho do técnico Dunga no comando da seleção brasileira eliminada nesta nesta sexta-feira pela Holanda e que passará a torcer pelas nações sul-americanas que restam na Copa do Mundo.

"Não adianta a gente tentar ficar achando que tem um culpado.Os jogadores fizeram o que tinham que fazer dentro do campo. Era o time que tínhamos. O time jogou bem e acho que o Dunga, se formos analisar os prós e os contras, tem mais prós do que contras", disse ele.

"É só pegar a quantidade de vitórias que as seleção teve sob o comando do Dunga e sob outros técnicos, você vai perceber que o Dunga foi um bom técnico", completou.

O presidente julgou a derrota, de virada após estar vencendo por 1x0 no primeiro tempo, como "coisa do futebol". Final Lula disse acreditar que as desavenças de Dunga com a imprensa no decorrer do torneio foram "um problema pessoal" do treinador.

A eliminação brasileira não mudará os planos do presidente de assistir a final da Copa do Mundo na África do Sul, dia 11 de julho. "Tenho uma agenda, uma visita de chefe de Estado à África do Sul e o Brasil, como vai receber a Copa de 2014, estarei na final."

O presidente disse que a partir de agora passa a torcer para que as demais nações do Mercosul ainda presentes no torneio conquistem o campeonato. "Eu agora sou Mercosul, tem Uruguai, Paraguai e Argentina com chances. Qualquer time do Mercosul que for a final, torço para ele", disse.

No sábado, a Argentina enfrenta a Alemanha e o Paraguai, a Espanha, por vagas nas semifinais. O Uruguai, já classificado, enfrenta a Holanda na terça-feira.

    Leia tudo sobre: iGCopa. LulaDunga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG