Loja de departamento britânica Harrods será vendida

A loja de departamentos Harrods, em Londres, foi vendida por cerca de £ 1,5 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões), segundo confirmou a BBC neste sábado. O dono, o egípcio Mohammed Al Fayed, concordou em vender a luxuosa loja para a empresa Qatar Holdings.

BBC Brasil |

selo

A loja de departamentos Harrods, em Londres, foi vendida por cerca de £ 1,5 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões), segundo confirmou a BBC neste sábado. O dono, o egípcio Mohammed Al Fayed, concordou em vender a luxuosa loja para a empresa Qatar Holdings. O acordo foi assinado na madrugada deste sábado, segundo o repórter de negócios da BBC, Joe Lynam. Uma figura controversa, Al Fayed comprou a Harrods em 1985, por £ 615 milhões. Al Fayed realizou uma campanha de dez anos para tentar provar que a princesa Diana e seu filho Dodi, que morreram em um acidente de carro em Paris, em 1997, haviam sido assassinados em uma conspiração. Venda Segundo Lynam, as razões que fizeram Al Fayed vender seu negócio não estão claras, mas o valor que será pago por ela é considerável em um mercado pós-recessão. Mas, segundo Ken Costa, da empresa Lazar International, que serviu como conselheiro no acordo, Al Fayed está se aposentando para "passar mais tempo com seus filhos e netos". Segundo ele, a Qatar Holding foi "especificamente escolhida" por Al Fayed porque ele acredita que a empresa tem "visão e capacidade financeira" para apoiar o crescimento da Harrods em longo prazo. "Ao chegar à decisão de se aposentar, ele queria garantir que o legado e as tradições que construiu na Harrods continuariam, e que a equipe que reuniu seria encorajada a desenvolver as bases que estabeleceu", disse Costa. Segundo a BBC apurou, Al Fayed deverá continuar a ter uma participação na loja, mas não estará envolvido no dia-a-dia do negócio. A venda incluirá todas as partes do grupo Harrods, incluindo propriedades e uma companhia de vos charter. Passaporte Em março, havia relatos de que a empresa Qatar Holdings, que pertence à família real do Qatar, havia abordado o dono da Harrods sobre uma possível compra. Na época, no entanto, os funcionários da loja haviam recebido garantias de que a Harrods não estava à venda. Além da loja de departamentos, Al Fayed também é dono do time de futebol Fulham FC e sua fortuna foi recentemente estimada em £ 650 milhões. Apesar de viver na Grã-Bretanha há décadas, o multimilionário teve o pedido de um passaporte britânico negado várias vezes. Após a primeira recusa, Al Fayed revelou que havia dado dinheiro a dois ministros do Partido Conservador, Neil Hamilton e Tim Smith, para que fizessem perguntas relacionadas a seus interesses na Câmara dos Comuns. Os dois parlamentares acabaram deixando o governo por causa do escândalo. Durante os anos 80, Al Fayed também iniciou uma longa briga com o empresário Tiny Rowland pelo controle da loja. Mais tarde Rowland, que morreu em 1998, acusou o rival de arrombar um cofre na Harrods.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG