Israel tem primeiro casal do mesmo sexo em atração de TV

Duas mulheres israelenses competem em uma versão da série de televisão Dança dos Famosos

BBC Brasil |

selo

Duas mulheres israelenses são o primeiro casal do mesmo sexo competindo em uma versão da série de televisão Dança dos Famosos exibida em Israel.

A apresentadora de televisão israelense Gili Shem Tov se apresentou com a dançarina profissional Dorit Milman, com roupas iguais e cabelos parecidos. Homossexual assumida, Gili Shem Tov é apresentadora de um programa de esportes e, quando foi convidada a participar do programa, impôs como condição dançar com outra mulher. Gili e namorada vivem juntas e criam o filho de 1 ano da apresentadora.

A apresentadora disse que foi uma decisão natural se apresentar com uma mulher no programa. Ela disse que não teria problema em dançar com um homem, mas quis mostrar seu modo de vida e, que se conseguisse fazer com que as pessoas fiquem mais tolerantes com seu ato, teria alcançado seu objetivo.

Parceira de Gili no programa, a dançarina Dorit Milman é heterossexual e afirmou que ficou feliz ao mudar as regras da apresentação de dança do casal. As duas se revezarão na condução das danças durante as várias fases da competição entre 12 casais.

Inédito

O programa, em que uma celebridade compete com outras em um concurso de dança junto com dançarinos profissionais, é exibido em 75 países, inclusive no Brasil, como quadro do programa Domingão do Faustão, da TV Globo.

A BBC, dona dos direitos do formato, afirma que esta é a primeira vez no mundo todo em que um casal do mesmo sexo se apresenta na competição.

O produtor-executivo do Dança dos Famosos de Israel, Assaf Gil, disse que espera reações diferentes do público, alguns vão gostar mais do que outros, mas já avisou que não tem medo da polêmica.

Para o produtor, a decisão de colocar Gili Shem Tov e Dorit Milman na competição foi calculada e, no final, o público vai ficar a favor do casal.

Em Israel, a cidade de Tel Aviv é o lugar onde os gays são mais tolerados. No entanto, em Jerusalém e outras cidades, os religiosos são menos tolerantes em relação a demonstrações públicas de homossexualidade.

A apresentadora disse que a maior parte das reações à sua dança foi positiva, mas algumas pessoas disseram que um programa assistido por crianças não deveria mostrar duas mulheres dançando. Algo que Gili Shem Tov diz não entender, já que ela mesma tem um filho.

    Leia tudo sobre: israeldanças dos famososhomossexualtv

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG