Igreja na Inglaterra proíbe cerveja e churrasco durante visita do papa

Também estão vetados bicicletas, apitos, velas e animais nos locais de concentração de público durante a visita do pontífice

BBC Brasil |

selo

A Igreja Católica da Inglaterra e do País de Gales publicou um guia para os fieis que acompanharão os eventos da visita do papa à Grã-Bretanha, no mês que vem.

O guia estabelece restrições quanto ao que pode ser levado para os locais de concentração de público durante a visita do pontífice, que irá às cidades de Londres, Glasgow e Birmingham. Álcool, churrascos, barracas e instrumentos musicais serão proibidos por serem considerados potenciais "ameaças aos outros".

As instruções, publicadas no site oficial da visita do papa, também vetam a entrada com bicicletas, apitos, velas e animais. Por outro lado, serão permitidos piqueniques, faixas, bandeiras, almofadas e banquinhos dobráveis.

'Draconiano'

A visita de Bento 16 entre os dias 16 e 19 de setembro será a primeira de um papa à Grã-Bretanha desde a visita de João Paulo 2º em 1982. Os organizadores dizem que estão fazendo todo o possível para "garantir que o máximo de pessoas possa estar com o papa de maneira segura e confortável".

A entrada para os eventos será controlada. Para assistir ao papa, os fiéis precisarão conseguir um "passe de peregrino" com algum grupo formado por alguma paróquia.

Um porta-voz da Arquidiocese de Birmingham descreveu os planos de segurança para a visita do papa como "draconianos". "Nunca vi uma segurança como essa", afirmou Peter Jennings.

As autoridades britânicas dizem que "um trabalho muito bom" está sendo feito em Birmingham para garantir a segurança do evento. "Acho que a segurança é draconiana. Mas não posso questionar as autoridades", eles é que mandam. O governo está encarregado da segurança e eles têm de tomar decisões", afirmou Jennings.

    Leia tudo sobre: papagrã-bretanhaviagem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG