Idosos alemães são condenados por sequestro de consultor

Quatro aposentados alemães foram condenados nesta terça-feira pelo sequestro de um consultor financeiro, a quem culparam por prejuízos que tiveram em investimentos no mercado imobiliário americano.

BBC Brasil |

O juiz no tribunal na cidade alemã de Traunstein concluiu que os quatro réus, com idades entre 61 e 80 anos de idade, atacaram em junho o consultor James Amburn e tentaram obrigá-lo a indenizá-los em 2,5 milhões de euros.

Reuters
Montagem mostra Wilhelm Drescher (61 anos), Roland Kaspar (74), Sieglinde Dittmann-Kaspar (80) e Iris Fleischner (64), condenados nesta terça-feira

Wilhelm Drescher (61 anos), Roland Kaspar (74), Sieglinde
Dittmann-Kaspar (80) e Iris Fleischner (64), condenados nesta terça

Depois de prender o consultor, os aposentados o levaram para uma viagem de 450 km da casa da vítima na cidade de Speyer, no sudoeste alemão, até uma casa no sul da região da Baviera (sul da Alemanha).

No caminho, Amburn foi espancado quando tentou escapar, tendo duas de suas costelas quebradas. Ao chegar ao destino, perto do lago Chiemsee, os idosos o prenderam em um porão. Os aposentados queriam forçá-lo a assinar documentos prometendo devolver o dinheiro que perderam nos investimentos.

O crime só foi descoberto após o consultor conseguir esconder um pedido de ajuda à polícia em um fax enviado a um banco suíço, em que solicitava que o dinheiro fosse liberado.

Sentenças

Os acusados disseram que haviam convidado Amburn para uma curta viagem de férias na Baviera. O juiz considerou os réus culpados de vários crimes como sequestro até lesões corporais.

O líder do grupo, o arquiteto aposentado Roland Kaspar, de 74 anos, foi condenado a seis anos de prisão.

Um dos cúmplices, um empresário de 61 anos, foi condenado a quatro anos. Duas mulheres, incluindo a esposa de Kaspar de 80 anos de idade, também foram condenadas à prisão, mas com sentenças suspensas. Outro réu, de 67 anos de idade, não foi julgado por motivo de saúde.

Leia mais sobre Alemanha

    Leia tudo sobre: alemanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG