Homem furta óculos de escritor e pede resgate de R$ 266 mil

O incidente ocorreu durante o lançamento do mais recente livro de Jonathan Franzen na galeria Serpentine, em Londres

BBC Brasil |

selo

O escritor americano Jonathan Franzen decidiu não prestar queixa contra o homem que roubou seus óculos e exigiu um resgate de 100 mil libras (mais de R$ 266 mil) em Londres.

O incidente ocorreu na segunda-feira passada durante o lançamento do mais recente livro de Franzen, Freedom, na galeria Serpentine.

Após roubar os óculos do escritor, o homem de 27 anos pulou no lago localizado em frente à galeria. Um helicóptero da polícia foi usado para capturá-lo.

"Francamente foi bem bizarro. Considerando a seriedade do trabalho de Franzen, esta seria última coisa que alguém esperaria neste lançamento", disse Graeme Neill, editor da revista literária The Bookseller.

Evento

Presente no evento, Neill disse que dois homens se aproximaram do escritor fingindo trabalhar para outra editora.

Um dos homens teria furtado os óculos e o outro, entregue um bilhete a Franzen pedindo o resgate.

Na semana passada, milhares de cópias de Freedom foram recolhidas devido a um erro de impressão.
Franzen é considerado um dos melhores e mais polêmicos jovens romancistas americanos, sendo autor de As Correções (2003) e A Zona do Desconforto (2008).

    Leia tudo sobre: escritoróculoslagolondresreino unido

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG