O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, fez nesta terça-feira o anúncio formal de sua renúncia ao cargo. Em um discurso em frente ao número 10 de Downing Street (sede do governo britânico), junto com sua esposa Sarah, Brown afirmou que sua renúncia é de efeito imediato e saiu logo em seguida, acompanhado da família, para entregar formalmente o pedido de renúncia à rainha Elizabeth 2ª.

selo

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, fez nesta terça-feira o anúncio formal de sua renúncia ao cargo. Em um discurso em frente ao número 10 de Downing Street (sede do governo britânico), junto com sua esposa Sarah, Brown afirmou que sua renúncia é de efeito imediato e saiu logo em seguida, acompanhado da família, para entregar formalmente o pedido de renúncia à rainha Elizabeth 2ª. Brown também afirmou que pretende aconselhar a rainha a apontar o líder do Partido Conservador, David Cameron, para formar um novo governo. "Informei o secretário particular da rainha de que é minha intenção oferecer minha renúncia. Caso a rainha aceite, eu a aconselharei a convidar o líder da oposição para formar o governo." Brown lembrou que, depois das eleições gerais da semana passada, nenhum partido conseguiu a maioria no Parlamento britânico e que, depois disso, prometeu "fazer tudo o que eu podia para garantir a formação de um governo forte e estável, capaz de enfrentar os desafios econômicos e políticos da Grã-Bretanha de forma eficaz".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.