Furacão Alex atinge a costa do México

Ventos chegam a 165 km/h, o que faz com que o evento seja classificado como um furacão de categoria 2

BBC Brasil |

selo

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos informou na noite desta quarta-feira que o furacão Alex, o primeiro da temporada de 2010 no Atlântico, atingiu a costa nordeste do México, trazendo chuvas e ventos fortes.

De acordo com o organismo de alerta de tempestades americano, a velocidade dos ventos do Alex é de 165 km/h, o que faz com que ele seja classificado como um furacão de categoria 2.

Segundo o governo americano, a tempestade atingiu a costa do México por volta de 23h, horário de Brasília, a cerca de 180 km ao sul da cidade de Brownsville, no Texas, que fica na fronteira entre os dois países.

Antes de a tempestade atingir o continente, o presidente americano, Barack Obama, já havia declarado, na última terça-feira, estado de emergência no Texas.

As grandes ondas causadas pela tempestade também provocaram a interrupção de parte dos trabalhos de limpeza do vazamento de petróleo causado pela explosão de uma plataforma da BP no Golfo do México.

Embarcações que trabalhavam na contenção do vazamento foram obrigadas a voltar para seus portos por ordem da Guarda Costeira americana.

Além disso, voos e operações controladas de queima de óleo no Golfo do México também foram adiados.

Mesmo assim, os trabalhos de recolhimento do petróleo no local do vazamento não foram interrompidos pelo mau tempo.

    Leia tudo sobre: AlexMéxicofuracão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG