Francesa finge ser o filho na internet e ajuda a prender pedófilo

Mãe fiscaliza conversa dos filhos na internet e denuncia suposto pedófilo à polícia

BBC Brasil |

selo

Uma mãe francesa fingiu ser seu filho de 13 anos em sites de discussões e denunciou um suposto pedófilo à polícia, que foi preso e indiciado por "corrupção de menores na internet".

Brice Robin, procurador da cidade de Montpellier (sul da França), onde o homem foi detido, felicitou a mãe "por seu comportamento exemplar" e por ela ter protegido não apenas seu filho, mas também "todas as crianças do site e ter alertado a polícia".

A mãe passou a fiscalizar as conversas do filho na internet após ter assistido a uma palestra dada por policiais na escola onde trabalha sobre o perigo de pedófilos que frequentam sites para crianças e jovens.

"Eu permiti que meu filho se inscrevesse em um site de discussões, mas pedi o código de acesso", conta a mãe, cujo nome não foi revelado.

Ela afirma ter visto no site mensagens "tendenciosas" de um homem de 31 anos, que a deixaram intrigada. "Ele dizia ser policial, médico e piloto de helicóptero", diz ela.

De acordo com a mãe, a primeira mensagem do suposto pedófilo era simples e dizia que se seu filho precisasse de algo, não deveria hesitar em contactá-lo.

Ela diz ainda que o adulto tinha cerca de uma centena de amigos no site de discussões, entre eles inúmeros garotos de 11 a 13 anos.

A mãe, que mora no sul da França, achou suspeito e decidiu então utilizar o pseudônimo do filho e se passar por ele nas discussões com o homem.

Uma amiga dela, mãe de um outro garoto de 13 anos, também se inscreveu com um perfil fictício de adolescente no site para criar uma armadilha para o suposto pedófilo.

'Irmãozinho'

Segundo ela, o homem se tornou rapidamente mais audacioso e passou a escrever mensagens dizendo que o adolescente era "seu irmãozinho e que ele o amava muito", além de convites para encontros.

"Ele acabou me revelando que era homossexual e perguntou se eu já tinha tido relações sexuais com uma pessoa mais velha", conta a mãe, acrescentando que o homem procedia da mesma forma e enviava o mesmo tipo de mensagens a sua amiga, que também fingia ser um adolescente.

Depois começaram as mensagens com caráter pornográfico. "Mesmo eu que sou adulta fiquei chocada. Ele chegou a se masturbar diante de uma webcam", afirma.

A mãe gravou a cena e alertou a polícia após o homem ter proposto um encontro, na quinta-feira passada, imaginando que se tratava do adolescente. Policiais que esperavam o homem no local e o prenderam imediatamente. 

Segundo o procurador de Montpellier, Brice Robin, o homem reconheceu os fatos e pediu para receber tratamento psicológico. O adulto, desempregado, não tem antecedentes na Justiça, afirma o procurador.

    Leia tudo sobre: Françapedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG