Aeronave desapareceu no meio da rota entre Rio de Janeiro e Paris em junho de 2009, deixando 228 mortos

selo

O governo francês anunciou na quinta-feira que retomará as buscas pelo avião da Air France que desapareceu no oceano Atlântico após decolar no Rio de Janeiro rumo a Paris, em junho de 2009. O acidente deixou 228 mortos.

Autoridades informaram que farão uma quarta ronda atrás de destroços, incluindo a caixa-preta do avião, ao redor da área onde se acredita que o voo AF 447 caiu. A aeronave era um Airbus A330-200.

A causa do acidente, que aconteceu no meio da rota entre Brasil e França, nunca foi esclarecida. Foi o pior acidente da história da Air France.

Parentes de algumas das vítimas exigiram que as buscas continuassem até que os investigadores pudessem oferecer respostas sobre o caso. "A quarta fase de buscas no mar deve começar em fevereiro de 2011", segundo comunicado do Ministério dos Transportes francês, prometendo usar "o melhor equipamento disponível".

Investigadores apontaram inicialmente que os monitores de velocidade do avião estavam com defeito, mas autoridades acreditam que outros fatores devem ter contribuído para o acidente. Uma busca inicial encontrou 50 corpos e centenas de pedaços da aeronave, incluindo sua cauda.

A busca mais recente atrás de gravações da caixa-preta terminou em maio, sem sucesso, e algumas famílias questionaram as gestões do processo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.