Forças israelenses se retiram de Gaza após incursão

Forças israelenses se retiraram da Faixa de Gaza na manhã deste sábado, após uma incursão no território, que durou toda a noite. Testemunhas disseram ter visto tanques e escavadeiras israelenses avançarem em direção à cidade de Khan Younis, no sul do território palestino, e contaram ter ouvido disparos feitos por navios israelenses posicionados na costa da Faixa de Gaza.

BBC Brasil |

Há relatos não confirmados de que pelo menos um palestino foi morto e vários outros ficaram feridos na incursão, ocorrida depois que militantes palestinos e soldados israelenses entraram em confronto na fronteira.

O combate deixou dois soldados israelenses e pelo menos dois palestinos mortos, e dois soldados israelenses feridos.

Explosivos

Esta é a primeira vez que militares israelenses são mortos em Gaza desde a ofensiva israelense iniciada em dezembro de 2008.

Israel diz que os confrontos começaram quando os soldados entraram no território palestino depois de notarem militantes colocando explosivos ao longo da fronteira.

Relatos vindos de Gaza dão conta de que, a seguir, os militantes tentaram capturar um dos soldados.

Segundo o correspondente da BBC em Ramallah, na Cisjordânia, Jon Donnison, boa parte dos habitantes da Faixa de Gaza acreditam que a retaliação por parte de Israel vai aumentar.

A porta-voz do Exército israelense Avital Leibovich disse que as mortes dos soldados foram "trágicas" e "dolorosas".

"Este é um dos dias mais tensos que tivemos desde a operação no ano passado", afirmou.

Tanto o Exército israelense quanto o grupo militante palestino Hamas, que controla Gaza, vinham respeitando um longo cessar-fogo.

Mas agora o braço armado do Hamas diz que seus militantes estavam envolvidos nos confrontos da sexta-feira.

Desde o início de 2009 o território permanece sob bloqueio israelense.

    Leia tudo sobre: faixa de gazaisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG