Filhote de tigre é encontrado em bagagem em aeroporto na Tailândia

Mulher tentou embarcar com um animal de verdade escondido na mala em meio a tigres de pelúcia

BBC Brasil |

selo

Um filhote de tigre de dois meses foi encontrado sedado e escondido em meio a tigres de pelúcia na bagagem de uma mulher no aeroporto de Bangcoc, na Tailândia.

Segundo as autoridades locais, o animal foi descoberto quando a dona da bolsa, uma mulher tailandesa de 31 anos, passou-a pelo controle de segurança com raio-X ao tentar embarcar em um voo para o Irã no aeroporto no início da semana.

AP
Veterinário segura filhote de tigre em Bangcoc, na Tailândia

A mulher teria levantado suspeitas ao ter dificuldades para carregar a bolsa. Os funcionários do aeroporto perceberam então nas imagens do raio-X que havia algo parecendo um animal de verdade dentro da bolsa e chamaram veterinários, que descobriram o tigre.

Monitoramento

Segundo a organização internacional de defesa dos animais Traffic, o filhote de tigre está agora sob os cuidados do centro de resgate do departamento de parques nacionais e vida selvagem da Tailândia. As autoridades tentam agora descobrir se o animal nasceu em cativeiro ou se foi capturado em seu habitat natural.

Para o diretor-regional da Traffic para o Sudeste Asiático, Chris Shepherd, o caso mostra que é necessário um monitoramento mais eficiente e penas mais altas para o tráfico de animais selvagens.

"Se as pessoas estão tentando traficar tigres vivos em sua bagagem em voos, eles obviamente acham que o tráfico de animais selvagens é algo fácil de conseguir e não temem punições', disse. "Somente uma pressão sustentada sobre os traficantes de animais selvagens e punições sérias podem mudar isso", afirmou.

    Leia tudo sobre: animaistailândiasegurançaaeroportos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG