Exame de DNA em infrator de trânsito revela que ele estuprou mulher há 21 anos

Após ser preso por pequena infração, homem admitiu ter estuprado jovem de 22 anos na Inglaterra em 1989

BBC Brasil |

selo

Um motorista de caminhão britânico que estuprou uma mulher há 21 anos foi condenado na quarta-feira a seis anos e meio de prisão, depois que um exame de DNA revelou que ele foi o autor do crime.

Leslie Marshall, de 51 anos e morador da cidade escocesa de Glasgow, admitiu ter estuprado uma mulher de 22 anos dentro de um carro estacionado na cidade de Burnley, na Inglaterra, em 1989.

Ele só foi descoberto porque teve seu DNA examinado como parte de uma investigação sobre trânsito. Em julho, ele foi detido pela polícia por uma pequena infração de trânsito. Na ocasião, ele foi acusado de manipular o tacógrafo, o aparelho que registra as distâncias e velocidades percorridas pelos caminhões.

Investigação

A polícia recolheu o DNA de Marshall e acabou descobrindo que o material genético era o mesmo do estuprador de um caso que ocorreu há 21 anos. No dia 18 de janeiro de 1989, uma mulher foi estuprada quando saía de casa para visitar uma amiga.

Ela foi sequestrada e levada para uma área vazia da cidade. Em seguida, foi estuprada por Marshall e um outro homem, cuja identidade continua desconhecida. Após o estupro, ela foi abandonada em uma rua do bairro e recebeu ajuda de moradores locais.

A delegada Lisa Baxter, da polícia de Lancashire, disse esperar que a vítima do estupro sinta algum alívio com a condenação de um dos culpados do crime.

"Este caso é um recado claro aos agressores. Apesar de o tempo ter passado, nós nunca desistimos de punir criminosos na Justiça. Nós estamos constantemente revisando casos antigos e vamos pegar os culpados e levá-los à Justiça", disse Baxter.

    Leia tudo sobre: crimeestuprodnagrã-bretanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG