EUA investigam perda recorde na bolsa de NY

Entidades que regulam o setor financeiro dos Estados Unidos lançaram uma investigação para descobrir a causa das grandes perdas sofridas na quinta-feira na bolsa de Nova York, as mais acentuadas em um único dia desde abril de 2009. O índice Dow Jones chegou a operar em queda de mais de 9% ao longo de quinta-feira, numa queda acentuada que ocorreu em poucos minutos, e fechou o pregão em queda de 3,2%.

BBC Brasil |

selo

A Nasdaq também encerrou o dia no negativo, com perda de 3,44%. De acordo com o repórter de economia da BBC Mark Gregory, os mercados do mundo todo estão tensos devido ao medo dos efeitos da crise na Grécia e também devido ao resultado inconclusivo nas eleições gerais da Grã-Bretanha. A Grã-Bretanha tem uma dívida de 185 bilhões de libras (cerca de US$ 280 bilhões). E a libra também registrou queda em relação ao dólar e ao euro. Mas, segundo Gregory, a queda acentuada dos preços das ações em Nova York pode ter pouco a ver com estes temores. Gregory afirma que é provável que tenha acontecido algum problema técnico, no entanto a Bolsa Mercantil de Chicago nega que informações de que um dos operadores da bolsa de Chicago tenha apertado um botão por engano depois de confundir milhões com bilhões.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG