Escocesa celebra 90 anos com rafting de 11 Km por águas geladas

Uma idosa escocesa decidiu comemorar o aniversário de 90 anos praticando rafting após afirmar que um almoço comportado com amigas seria muito certinho. Hodsdon, que mora em Linlithgow, no leste da Escócia, disse que esportes radicais tinham muito mais a ver com ela.

BBC Brasil |

A idosa, que anda com duas bengalas e já realizou duas operações nos joelhos, afirmou ainda que preferia ter pulado de pára-quedas, mas foi proibida pelo médico.

"O médico disse que a aterissagem poderia ser um problema", disse.

"Eu não sinto como se tivesse 90 anos, mas meu corpo sente", afirmou a idosa ao jornal Scotsman.

"Alguém disse que eu apenas cruzaria o rio mas fiz questão de descer corredeiras", disse Gean Hodsdon após a aventura de cerca de 11 km de distância pelo rio Tay.

"Foi divertido e revelador. Não imaginava que teria que usar tantos equipamentos de segurança."
"Normalmente gosto de água, mas estas não eram exatamente calmas. Mas meus joelhos suportaram bem, no final."
"Cair no rio não seria agradável, ainda existe pedaços de gelo boiando, tenho certeza de que estava muito frio", completou.

Caridade
Gean Hodsdon realizou a descida de rafting para arrecadar dinheiro para a ONG Blythswood Care, que ajuda crianças carentes na Europa, Ásia e África.

Hodsdon espera ter arrecadado cinco mil libras (R$ 13,5 mil) para construir uma bomba d'água para crianças na Moldávia.

Ela afirmou que já viajou diversas vezes à Romênia e à Moldávia para estadias de dois meses. Nesses períodos, ela ajudou crianças em acampamentos de verão.

Hodsdon, que costumava trabalhar no departamento de Botânica da Universidade de Edimburgo, se envolveu com a ONG há 20 anos.

A porta-voz da Blythswood Care, Margaret Tooth, disse que ela é "impressionante, uma inspiração para todos".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG