Enchentes na Austrália causam prejuízos de mais de R$ 1,6 bilhão

Maiores cheias em 50 anos no país deixam 23 cidades submersas, em uma área maior do que os territórios de França e Alemanha juntos

BBC Brasil |

selo

Os prejuízos provocados pelas maiores enchentes dos últimos 50 anos na Austrália já passaram de 1 bilhão de dólares australianos (R$ 1,69 bilhão), segundo o governo. No momento, 23 cidades estão submersas, em uma área maior do que os territórios de França e Alemanha juntos.

As inundações estão concentradas no Estado de Queensland, no nordeste do país, onde mais de 200 mil pessoas tiveram de abandonar suas casas e estão abrigadas em escolas e em prédios da Cruz Vermelha Australiana.

A cidade de Rockhampton, no centro de Queensland e onde vivem cerca de 77 mil habitantes, está isolada. A Força Aérea Australiana está utilizando helicópteros para levar água potável e alimentos aos desabrigados.

O rio Fitzroy, que corta a região, está mais de 8 metros acima do nível normal, fazendo com que Rockhampton pareça uma "ilha no meio do oceano", segundo a governadora de Queensland, Anna Bligh. Moradores estão sendo retirados de casa por pequenas embarcações.

O prefeito de Rockhampton, Brad Carter, afirmou que o pico da enchente deve acontecer na quarta-feira. O aeroporto da cidade deve ficar fechado por pelo menos três semanas, e muitas estradas terão de ser reconstruídas. O trabalho de limpeza da cidade deverá durar quase um mês. Não há eletricidade em vários bairros.

Assista ao vídeo: 

    Leia tudo sobre: austráliachuvasenchentesmortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG