Edição final de jornal envolvido em grampos deve bater recorde de vendas

Tabloide terá tiragem de cerca de 5 milhões de cópias para este domingo, quando será publicada sua última edição

BBC Brasil |

selo

A edição final do jornal britânico News of The World, que circulará neste domingo, deverá bater recordes de vendas, segundo estimativas de especialistas da indústria local.

Reuters
Mulher fala ao telefone em frente ao prédio da News International em Londres (06/07)
O conglomerado News Corporation ( News Corp. ), pertencente ao magnata de origem australiana Rupert Murdoch , decidiu fechar as portas do jornal, que exite há 168 anos, por conta do escândalo de grampos ilegais envolvendo o tabloide dominical e a enorme repercussão negativa que o caso teve na Grã-Bretanha. 

O jornal, que vende semanalmente cerca de 2,6 milhões de exemplares, é o campeão de vendas aos domingos no país.

A associação NFRN, responsável pela venda de jornais e revistas na Grã-Bretanha, estima que as vendas do tabloide dominical neste domingo deverá superar em muito a média de vendagens do jornal.

''Muitas pessoas comprarão o jornal como um item de colecionador. Esperamos que as vendas superem em muito 2,6 milhões de cópias'', disse Anne Bingham, representante da NFRN.

Por conta das procuras acima do esperado para este domingo , o News of The World ganhará uma tiragem de quase 5 milhões de cópias.

Escândalo

O escândalo dos grampos telefônicos envolvendo o jornal dominical veio à tona pela primeira vez em 2006.

Nesta semana, o escândalo dos grampos voltou a assolar o jornal, com a denúncia de que um detetive que trabalhava para o tabloide teria grampeado o telefone celular de Milly Dowler , uma menina de 13 anos que desapareceu em 2002.

    Leia tudo sobre: gramposnews of the worldgrã-bretanharupert murdoch

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG