Passagem do furacão pode provocar "danos catastróficos", segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA

selo

Homem tenta se proteger dos fortes vendos em San Juan, Porto Rico
AP
Homem tenta se proteger dos fortes vendos em San Juan, Porto Rico
O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos aumentou para categoria 4 o nível de alerta em relação ao furacão Earl, que está se movendo pelo leste do Caribe, indicando que a tempestade pode causar "danos catastróficos" caso atinja a terra. Furacões de categoria 4 na escala Saffir-Simpson de intensidade - que vai de 1 a 5 - podem, de acordo com o centro de meteorologia americano, trazer altos riscos de mortes e ferimentos em pessoas e animais.

Com ventos de até 215 km/h e algumas rajadas ainda mais velozes, o furacão Earl está causando fortes chuvas em diversas ilhas do Caribe. A tempestade atualmente encontra-se a nordeste de Porto Rico, a cerca de 160 km da capital San Juan, movendo-se a uma velocidade de cerca de 22 km/h em direção a noroeste, segundo um boletim divulgado pelo Centro Nacional de Furações dos EUA às 22h (horário de Brasília).

Segundo o órgão, a intensidade do furacão pode aumentar nas próximas horas. A previsão é de que o centro da tempestade se afaste da região das Ilhas Virgens e passe a leste das Ilhas Turks e Caicos na noite de terça-feira. Foram emitidos alertas de tempestades tropicais em Porto Rico, Turks e Caicos e nas Ilhas Virgens britânicas e americanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.