Earl ganha força e se torna furacão de categoria 4

Passagem do furacão pode provocar "danos catastróficos", segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA

BBC Brasil |

selo

AP
Homem tenta se proteger dos fortes vendos em San Juan, Porto Rico
O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos aumentou para categoria 4 o nível de alerta em relação ao furacão Earl, que está se movendo pelo leste do Caribe, indicando que a tempestade pode causar "danos catastróficos" caso atinja a terra. Furacões de categoria 4 na escala Saffir-Simpson de intensidade - que vai de 1 a 5 - podem, de acordo com o centro de meteorologia americano, trazer altos riscos de mortes e ferimentos em pessoas e animais.

Com ventos de até 215 km/h e algumas rajadas ainda mais velozes, o furacão Earl está causando fortes chuvas em diversas ilhas do Caribe. A tempestade atualmente encontra-se a nordeste de Porto Rico, a cerca de 160 km da capital San Juan, movendo-se a uma velocidade de cerca de 22 km/h em direção a noroeste, segundo um boletim divulgado pelo Centro Nacional de Furações dos EUA às 22h (horário de Brasília).

Segundo o órgão, a intensidade do furacão pode aumentar nas próximas horas. A previsão é de que o centro da tempestade se afaste da região das Ilhas Virgens e passe a leste das Ilhas Turks e Caicos na noite de terça-feira. Foram emitidos alertas de tempestades tropicais em Porto Rico, Turks e Caicos e nas Ilhas Virgens britânicas e americanas.

    Leia tudo sobre: iGbbceuafuracãoclimaporto ricocaribe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG