Diamante cor-de-rosa pode bater recorde de preço

Com 24,78 quilates, pedra faz parte de categoria rara, na qual estão somente 2% dos diamantes do mundo

BBC Brasil |

selo

Um diamante cor-de-rosa é a mais nova estrela da temporada de joias de Genebra, na Suíça. Mas, apesar do sucesso, o anel está fora do alcance da maioria das pessoas.

A pedra, de mais de 24 quilates, foi considerada pelo Instituto Gemológico da América (GIA) como parte de uma categoria rara, na qual estão somente 2% dos diamantes do mundo.

Segundo os especialistas, o diamante rosa é tão raro que poderá ser vendido por um preço recorde nesta terça-feira, quando for a leilão. O diretor da Sotheby's na Europa David Bennet diz que a pedra é uma das mais importantes a aparecer em leilão no mercado em mais de 30 anos.

Ele afirma que uma das maiores razões para sua importância é a raridade. Um diamante rosa deste tamanho é praticamente desconhecido. Além disso, diz Bennet, é uma joia muito bonita.

O anel tem 24,78 quilates. Cada quilate vale pouco mais de um milhão de dólares. Numa aritmética simples, o preço mínimo do diamante seria 27 milhões de dólares (mais de R$ 46 milhões), um recorde mundial. Apesar do declínio na economia mundial, o interesse no anel é alto. Espera-se que ele seja vendo por muito mais do que o preço mínimo.

Assista ao vídeo:

    Leia tudo sobre: diamante rosaleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG