Deputado britânico é esfaqueado no leste de Londres

Mulher de 21 anos é presa após ataque, mas motivo do crime ainda não é claro

BBC Brasil |

selo

Reuters
Stephen Timms, em foto de 2009
O deputado britânico Stephen Timms foi esfaqueado nesta sexta-feira no leste de Londres, quando participava de encontros com eleitores do seu distrito eleitoral.

Timms, de 54 anos, foi atingido duas vezes no estômago e foi levado para o Royal Hospital da capital britânica.

O político não corre risco de morte e um funcionário do hospital teria descrito seu estado como estável.

Uma mulher de 21 anos foi presa depois do ataque, que ocorreu na biblioteca de Beckton Globe, no bairro de Newham.

A mulher foi desarmada por um dos assistentes de Timms antes da chegada de um segurança. Não está claro qual teria sido o motivo do crime.

Reeleito

Timms foi funcionário do Tesouro durante a gestão dos premiês trabalhistas Tony Blair e de Gordon Brown no governo britânico e foi recentemente reeleito pelo distrito de East Ham. O parlamentar era homem de confiança de Gordon Brown durante os 13 anos dos trabalhistas no governo britânico e trabalhou no departamento do Tesouro.

Timms foi reeleito recentemente parlamentar trabalhista pelo distrito eleitoral de East Ham em Londres. Ele tem sido um parlamentar da região, e anteriormente por Newham, desde 1994.

O ex-parlamentar liberal-democrata Nigel Jones também já sofreu um ataque em um evento parecido em seu distrito eleitoral, no ano de 2000 e afirmou à BBC que são necessárias mais medidas de segurança para parlamentares. "Sou entusiasta dos encontros cara a cara entre parlamentares e seus eleitores... mas existem medidas que podem ser tomadas", afirmou.

Jones foi ferido em um ataque com uma faca e sofreu ferimentos nas mãos e braços. Mas seu assistente foi morto. O acusado, Robert Ashman, foi preso.

    Leia tudo sobre: grã-bretanhacrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG