Dança do ventre na internet faz americana 'inválida' perder pensão

Ex-marido vai à Justiça para reduzir quantia paga à ex-mulher após ver fotos dela dançando

BBC Brasil |

selo

Uma americana que dizia ser inválida teve a pensão cortada depois que seu ex-marido encontrou fotos suas em um blog dançando dança do ventre.

No processo de divórcio, três anos atrás, Brian McGurk foi ordenado a pagar US$ 850 (R$ 1,3 mil) por mês a Dorothy McGurk pela vida toda. Ela continuou a viver na propriedade do casal, já que alegava ser incapaz de trabalhar por causa dos ferimentos sofridos durante um acidente de carro em 1997.

Mas após ver fotos da ex-esposa de 43 anos dançando na internet e um blog em que ela dizia fazer dança do ventre "várias horas por dia", ele decidiu levar o caso à Justiça. A Suprema Corte de Richmond County, em Nova York, decidiu que a pensão agora será de US$ 400 dólares por mês (R$ 630). A casa terá de ser vendida e Brian McGurk terá direito a 60% do valor, porque a ex-esposa teria trabalhado durante apenas dois dos 11 anos de casamento. Além disso, Dorothy terá de pagar todos os custos do ex-marido com advogados.

Após a nova decisão da Justiça, Dorothy McGurk disse à mídia local que ela estava apenas posando com véus nas fotos publicadas em seu blog e não fazendo dança do ventre. "Eu adoraria poder ser uma dançarina do ventre profissional, mas isso é impossível", disse ela ao jornal NY Daily News.

Dorothy McGurk alegou que seu médico havia indicado leves exercícios de dança do ventre como fisioterapia, mas ele desmentiu a declaração em seu depoimento no tribunal.

    Leia tudo sobre: euadança do ventrejustiçapensão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG