Medida faz parte de estratégia para tentar impedir novas vítimas por armas das Farc; roedores passam por extenso treinamento

selo

A Colômbia está investindo na criação de 'ratos farejadores', cuja tarefa é detectar minas terrestres e outros dispositivos explosivos. Trata-se de mais uma estratégia por parte do país para tentar reverter o aumento do número de vítimas de minas antipessoais.

Minas terrestres são uma das armas dos guerillheiros do grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farcs) em seu combate ao Exército colombiano. Os ratos passam por um extenso treinamento que envolve até o convívio forçado com alguns de seus predadores naturais, como os gatos.

Assista ao vídeo:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.