Grimsvotn parou de expelir cinzas na quarta-feira, depois de provocar cancelamento ou atraso de centenas de voos na Europa

selo

Um cinegrafista amador conseguiu chegar à cratera do vulcão Grimsvotn, na Islândia, para captar imagens da erupção em seus momentos finais. O vulcão parou de expelir cinzas na manhã de quarta-feira.

A erupção do vulcão, iniciada no sábado, provocou o cancelamento ou o atraso de centenas de voos no norte da Europa durante esta semana. Essa foi a mais forte erupção do Grimsvotn desde 1873.

No ano passado, as cinzas de outro vulcão islandês, o Eyjafjallajokull , provocaram o cancelamento de cerca de 100 mil voos na Europa ao longo de quase um mês, causando um prejuízo estimado em US$ 1,7 bilhão (cerca de R$ 2,75 bilhões).

Assista ao vídeo:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.