Cantora alemã que admitiu ter passado HIV escapa de pena de prisão

Nadja Benaissa foi condenada por ter infectado ex-namorado com o vírus da aids, mas não será presa

BBC Brasil |

selo

AP
Nadja Benaissa é vista durante julgamento
A cantora alemã Nadja Benaissa, de 28 anos, foi condenada nesta quinta-feira por ter mantido relações sexuais sem camisinha mesmo sabendo que era portadora do vírus HIV. 

Porém, Benaissa escapou de ser presa ao receber uma sentença de dois anos sob sursis (a pena de prisão somente será aplicada caso ela não cumpra as determinações da Justiça ou cometa outro crime). Ela também terá que fazer 300 horas de trabalho comunitário.

A cantora, que admitiu ter infectado um ex-namorado com o vírus da aids, foi considerada culpada por lesão corporal de um homem e por tentativa de lesão corporal de outros dois.

Ela reconheceu ter feito sexo sem proteção e ter mantido sob segredo o fato de ser portadora do vírus HIV, mas negou ter infectado o ex-namorado intencionalmente.

"Sinto muito do fundo do meu coração", disse ela durante o julgamento. "Gostaria de poder voltar o relógio para trás e fazer com que nada disso tivesse ocorrido", afirmou.

Medo

Benaissa disse que não contou a ninguém sobre sua doença porque tinha medo das consequências para sua carreira, mas reconheceu que isso foi "um ato covarde". Ela afirmou ter sido informada por médicos de que o risco de transmitir o vírus era "praticamente zero".

Ela estava sujeita a uma pena de até dez anos de prisão, mas os promotores admitiram uma sentença mais branda porque ela confessou e expressou remorsos. A cantora foi presa no ano passado em uma discoteca em Frankfurt, poucos minutos antes de um show da sua carreira solo.

Ela passou dez dias na prisão, depois que promotores a acusaram de praticar sexo com diversos homens sem camisinha, sem revelar a eles que ela tinha HIV. Segundo os promotores do caso, Nadja Benaissa já sabia desde 1999 que tinha o vírus.  Uma das testemunhas no processo acusava Benaissa de o ter contaminado em 2004.

Nadja admite publicamente sua doença. Em novembro, ela declarou em um evento para arrecadar fundos para vítimas de aids: "Meu nome é Nadja Benaissa, eu tenho 27 anos, uma filha e sou soropositiva".

Nadja Benaissa pertence ao conjunto musical feminino No Angels, que ficou famoso no país em um programa de televisão. O No Angels vendeu milhões de discos entre 2000 e 2003.

    Leia tudo sobre: Nadja Benaissaaidsalemanhahiv

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG