Calor provoca invasão de crocodilos no México

Os animais estão usando pátios e canos para fazerem ninhos

BBC Brasil |

Uma forte onda de calor está provocando uma "invasão" de crocodilos no Estado de Tabasco, no sudeste do México.

Nas últimas semanas, as autoridades locais capturaram nove animais em pátios e caixas d'água de casas de Villahermosa, a capital do Estado.

Na Lagoa das Ilusões, um dos principais locais de lazer do centro da cidade, dois homens foram atacados.

Tabasco concentra 30% da água doce corrente disponível no México, e a maioria de suas cidades se localizam perto de rios e lagoas.

Mas com o calor, o nível das águas baixou, forçando os crocodilos a procurar locais úmidos na zona urbana.

'Acostumados'
"A interação entre as pessoas e os diversos animais que habitam os pântanos é permanente", explicou à BBC Roberto López, diretor de Defesa Civil do governo de Tabasco.

"O problema é quando os crocodilos usam os pátios ou canos para fazer seus ninhos." O governo está recomendando prudência aos cidadãos, caso se deparem com um animal.

"Ainda que estejam acostumadas a vê-los, as pessoas têm que ter cuidado e não provocá-los. O mais conveniente é se afastar e chamar as autoridades", recomendou López.

A última vez que crocodilos deixaram seu habitat rumo às cidades foi em 2007, quando a maior parte de Tabasco sofreu inundações por causa da cheia de rios.

Villahermosa ficou alagada durante várias semanas, nas quais dezenas de crocodilos permaneceram em casas ou piscinas de hotéis.

    Leia tudo sobre: méxicocrocodilos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG