Brasileira pode ter sido vítima de serial killer na Grã-Bretanha

John Sweeney foi condenado pelo assassinato de duas ex-namorada e polícia acredita que possa estar envolvido em outros três casos

BBC Brasil |

selo

A polícia de Londres suspeita que uma brasileira possa estar entre as possíveis vítimas de um serial killer condenado à prisão perpétua nesta terça-feira.

John Sweeney foi condenado por ter matado duas ex-namoradas e de ter jogado seus corpos mutilados em canais em Roterdã e em Londres. A polícia suspeita que ele possa estar envolvido no desaparecimento de outras três mulheres.

Reuters
John Patrick Sweeney, em foto sem data divulgada pela polícia
A suposta brasileira, cujo primeiro nome seria Irani, teria residido em Londres entre 1996 e 1997 e trabalhava e frequentava pubs e restaurantes na região de Highbury e Holloway Road, no norte de Londres. A polícia diz acreditar que a mulher, que estaria na faixa dos 40 anos de idade, teria trabalhado como faxineira em restaurantes locais.

Os crimes de Sweeney, que era carpinteiro, chocaram a Grã-Bretanha. Os corpos de suas vítimas, Melissa Halstead, de 33 anos, e Paula Fields, de 31, foram encontrados sem mãos e cabeças.

O torso de Melissa Halstead foi encontrado em um canal de Roterdã, em 1990, e os restos de Fields foram achados em um canal no Regent's Canal, em Londres, em 2001.

O juiz do caso considerou que Sweeney removeu as cabeças e mãos de suas vítimas para que elas não pudessem ser identificadas, e, por isso, não foi possível estabelecer com certeza como elas foram mortas.

A ligação entre os dois assassinatos foi feita em 2010, após o corpo de Melissa Halstead, uma ex-modelo e fotógrafa americana, ter sido identificado, em 2008. Sweeney foi indiciado quando estava na prisão cumprindo pena por ter atacado uma outra ex-namorada com um machado, deixando-a gravemente ferida.

Investigação

Um representante da Scotland Yard - como é conhecida a Polícia Metropolitana de Londres - disse à BBC que não pode dar mais detalhes sobre os rumos das buscas por Irani, mas afirmou que a suspeita sobre a nacionalidade da vítima e os detalhes referentes a ela surgiram ao longo das investigações.

A polícia também busca informações sobre duas outras possíveis vítimas, uma suposta colombiana que se chamaria Maria, que também viveu no norte de Londres, e uma britânica chamada Sue, que era uma moradora da mesma área. A polícia acredita que as três mulheres, que desapareceram há 14 anos, teriam conhecido Sweeney.

    Leia tudo sobre: brasileiraserial killercrimeassassinatogrã-bretanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG