Boca de urna mostra derrota eleitoral para Merkel

Pesquisas apontam que a coalizão de centro-direita da chanceler alemã, Angela Merkel, perdeu uma importante eleição regional

BBC Brasil |

selo

Pesquisas de boca de urna indicam que a coalizão de centro-direita da chanceler alemã, Angela Merkel, perdeu uma importante eleição regional neste domingo. Se confirmado, o resultado pode significar o fim da maioria de aliados de Merkel na Câmara Baixa do Parlamento, que representa os Estados do país, e diminuir os poderes do governo.

Projeções de emissoras de TV alemãs mostram que o partido democrata cristão, de Merkel, conquistou 34 % dos votos e seu parceiro de coalizão, tanto regional como nacional, os democratas livres, 6,5%.

Por outro lado, os oposicionistas sociais democratas, que governaram o Estado por décadas até 2005, teriam recebido 34% dos votos e o Partido Verde, 12,5%.

Termômetro

O Estado de Renânia do Norte-Vestfália (Nordrhein-Westfalen) é o mais populoso da Alemanha, com 18 milhões de pessoas e considerado o termômetro político do país.

A campanha eleitoral ocorreu em meio à decisão, impopular entre alemães, do governo Merkel aprovar um pacote bilionário de ajuda financeira à Grécia.Muitas cidades do Estado estão sendo consideradas como à beira da falência.

"Foi apenas uma eleição regional mas ela importa por impedir que Merkel tenha a maioria na Câmera Baixa do Parlamento alemão e, sem isso, ela vai ter muito mais dificuldades para aprovar as leis que deseja", diz o correspondente da BBC em Berlim Steve Rosenberg. Ele afirma que o pacote grego pode ter contribuído para o resultado mas não foi o único motivo.

"Desde que assumiu o poder nacionalmente, a coalizão de Merkel não parou de implicar com praticamente tudo, desde uma segurança maior em aeroportos a défitis públicos. E quanto mais implicava, mais impopular parecia", diz Rosenberg.

    Leia tudo sobre: Angela Merkelalemanhaeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG