Avião militar norte-coreano cai na China

Fonte anônima diz que piloto seria desertor que tentava fugir para a Rússia; autoridades chinesas investigam o caso

BBC Brasil |

selo

Um avião norte-coreano, possivelmente um caça militar, caiu na China próximo à fronteira entre os dois países, segundo relatos da imprensa sul-coreana desta quarta-feira. O acidente aconteceu na terça-feira à tarde, no condado de Fushun, na província de Liaoning.

Reuters
Destroços de avião norte-coreano que caiu na China são vistos em foto distribuída por agência Yonhap
Uma fonte anônima disse à agência sul-coreana Yonhap que o piloto era a única pessoa a bordo e que ele estaria tentando desertar para a Rússia. No entanto, os relatos da imprensa sul-coreana não coincidem com jornais chineses.

O jornal Ming Pao, de Hong Kong, afirma que um segundo piloto foi encontrado vivo. Segundo moradores da região, entrevistados pelo jornal, a polícia chegou rapidamente ao local e isolou a área. O motivo da queda do avião ainda é desconhecido.

Autoridades chinesas estão investigando o caso. Alguns moradores conseguiram tirar fotos do avião e publicá-las na internet. Elas mostram os destroços do avião, inclusive com uma bandeira da Coreia do Norte pintada na traseira do veículo.

Especialistas em equipamentos militares acreditam que o avião é um MiG-15, o mesmo tipo de aeronave usada na Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953. A Aeronáutica da Coreia do Sul possui uma base aérea na cidade de Sinuiju, a poucos quilômetros da fronteira com a China.

    Leia tudo sobre: coreia do nortechinaacidenteaviãodesastres aéreos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG