Justiça do país abre inquérito para verificar se dados privados de redes sem fio foram violados

A Justiça australiana ordenou um inquérito para investigar a gigante Google por acusações de invasão de privacidade.

As irregularidades teriam ocorrido enquanto veículos da empresa fotografavam ruas para seu serviço Street View e acessaram dados privados de usuários de redes sem fio ao mesmo tempo.

O governo australiano diz que a Google cometeu "possivelmente o maior ato da invasão na história da privacidade".  Mas a empresa diz que acessou os dados por acidente, pediu desculpas e disse que colaborará com as investigações.

Segundo o correspondente da BBC em Sydney Nick Bryant, fontes da Google sugeriram que o governo australiano poderia estar perseguindo algum tipo de vingança corporativa contra a empresa.

A companhia tem criticado duramente os planos do governo de implementar um filtro de internet para bloquear material ilegal, dizendo que este tornaria a conexão mais lenta e filtraria erroneamente conteúdo legítimo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.