Argentina cria tijolos com cinzas do vulcão chileno Puyehue

Se material for aprovado pelo governo, 900 mil caminhões de cinza, areia e sedimento podem ser utilizados para construir casas

BBC Brasil |

selo

Depois de semanas cercada pelos sedimentos lançados pelo vulcão chileno Puyehue, Maria Irma Mansilla decidiu transformar as cinzas em tijolos.

Moradora de um bairro pobre da cidade argentina de Villa La Angostura, ela diz que agora sonha em começar a produção em grande escala.

"Eu pensei como seria bom se pudessem fazer tijolos com cinzas. Poderia construir uma casa para o meu avô. Primeiro, devem ser atendidos os idosos e depois as mães solteiras", afirmou Mansilla, acrescentando que, por último, construiria uma casa para ela. 

Ela afirma que a ideia veio de um namorado que disse ter ouvido que há muitos anos, em outra erupção no Chile, já tinham sido feitos tijolos de cinzas.

Governo

Para evitar riscos, Maria Irma enviou três amostras para uma agência do governo argentino.

Se o material for aprovado, é possível que os 900 mil caminhões de cinza, areia e sedimento rochoso recolhidos na cidade possam ser transformados em moradias populares.

Assista ao vídeo:

    Leia tudo sobre: chilevulcãoargentinabarilochevulcão puyehue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG