Americano é atacado por 1,2 mil abelhas

Barbeiro está há duas semanas no hospital por ataque, que durou mais de uma hora; médicos tiraram abelhas de ouvidos, nariz e boca

BBC Brasil |

selo

Um americano está há duas semanas no hospital se recuperando após ter sido picado mais de 1,2 mil vezes por abelhas, durante mais de uma hora, em Kyle, Texas.

AP
Foto de 4 de setembro mostra Lamar LaCaze em cama de hospital ao lado do filho Trey. Médicos retiraram 1,2 mil ferrões de abelhas do corpo de LaCaze
O barbeiro Lamar LaCaze, de 65 anos, estava arando um campo em sua fazenda quando "as abelhas simplesmente apareceram na minha cara", disse ele à imprensa local.

O ataque, em 31 de agosto, fez com que LaCaze caísse de seu trator, enquanto tentava ligar para sua mulher e seu filho, Trey, que não atenderam o celular.

Quando Trey retornou a ligação, ouviu o barulho das abelhas e foi acudir o pai - a essa altura semiconsciente - com baldes cheios de água, mas a tática falhou. Tampouco funcionou a ideia de um vizinho de usar um extintor de incêndio para afastar os insetos. As abelhas só recuaram quando bombeiros chegaram com equipamento especializado.

Ferrões

No hospital, médicos e enfermeiros retiraram mais de 1,2 mil ferrões do corpo de LaCaze, além de abelhas que permaneciam em seus ouvidos, nariz, boca e garganta, relata o jornal San Marcos Daily Record.

LaCaze foi capaz de reabrir os olhos somente cinco dias após o ataque, e seu corpo permanece cheio de hematomas. Ele deve receber alta nos próximos dias, mas disse que se sente debilitado por causa do veneno das picadas e chegou a pensar, durante o ataque, que iria morrer.

Especialistas ouvidos pela imprensa local apontaram que o enxame de abelhas pode ter sido incitado pelo barulho e a vibração causados pelo trator de LaCaze. A colmeia responsável pela "ofensiva" ainda permanece ativa em uma árvore na propriedade de LaCaze, que quer exterminá-las. "Elas nem fazem muito mel", queixou-se.

    Leia tudo sobre: euaabelhasataque de abelhas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG