Alemanha homenageia 21 mortos em festival de música

Missa de sétimo dia lembrou vítimas de tumulto na Love Parade em Duisburg

BBC Brasil |

selo

A Alemanha homenageou neste sábado as 21 pessoas que morreram após serem pisoteadas no festival de música eletrônica Love Parade, em Duisburg, no oeste do país.

AFP
Milhares de pessoas se reuniram em Duisburg, na Alemanha, para homenagem às 21 pessoas que morreram na Love Parade, no dia 24
Cerca de 600 pessoas se reuniram na Igreja do Salvador para uma celebração religiosa, enquanto milhares acompanharam a missa do lado de fora da igreja e através de um telão gigante instalado no estádio de futebol da cidade.

A missa foi transmitida ao vivo pelas quatro TVs alemãs. Durante o sermão, o líder da igreja protestante alemã, Nikolaus Schneider, disse que "a festa do amor foi como a dança da morte".

"Em meio à celebração do desejo pela vida, a morte nos mostrou sua terrível face", disse.

A chanceler alemã, Angela Merkel, interrompeu suas férias para assistir à cerimônia. Em sinal de respeito, bandeiras em todo o país foram hasteadas a meia-altura.

As vítimas morreram pisoteadas em meio a um empurra-empurra durante a Love Parade. Além de 14 alemães, morreram cidadãos da Espanha, China, Austrália, Holanda, Bósnia e Itália. Outras 500 pessoas ficaram feridas.

Ao longo da semana o prefeito da cidade, Adolf Sauerland, foi alvo de críticas por ter ignorado as advertências sobre os perigos de superlotação em um espaço reduzido. Segundo a polícia, cerca de 1,4 milhão de pessoas compareceram ao evento.

O prefeito, que não foi à celebração neste sábado, está sob proteção policial após ter recebido ameaças de morte.

Uma investigação foi aberta para determinar se houve negligência humana no incidente.

Os organizadores do festival disseram que o evento não será mais realizado .

    Leia tudo sobre: alemanhalove parade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG