Fotógrafo russo visitou Lago Baikal, no sul da Sibéria, que durante cinco meses ao ano é selado por camada de gelo

BBC

O fotógrafo russo Andrey Nekrasov fotografou as formações geladas das cavernas do Lago Baikal, no sul da Sibéria, na Rússia.

Conheça a home do Último Segundo

Castelos de gelo se tornam atrações turísticas em três Estados dos EUA

Situado no grande deserto da Sibéria, Baikal é o lago mais profundo do mundo, com 640 quilômetros de comprimento, 70 km de largura e 1,6 quilômetros de profundidade.

Durante cinco meses do ano, o lago é selado por uma camada de gelo com um metro de espessura.

Veja galeria de fotos:

Apesar das condições adversas, há vida em Baikal, e 80% das espécies encontradas ali não existem em nenhum outro lugar do mundo.

Mergulhadores são atraídos para o local, e foi durante uma viagem que Nekrasov fotografou a estranha beleza do gelo na ilha Olkhon. Nekrasov achou as formas e estruturas originais impressionantes. "Estou surpreso com o poder e a beleza da natureza."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.