Filhas de Mandela são avisadas de morte do pai no cinema

Por BBC Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Zindzi e Zenani estavam em estreia de filme baseado em autobiografia de primeiro presidente negro sul-africano

BBC

Zindzi e Zenani Mandela, filhas do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, ficaram sabendo da morte do pai durante a estreia de um filme sobre a sua vida em Londres.

Veja a home do Último Segundo

Reuters
Kate Middleton se encontra com Zindzi Mandela (D), filha do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, antes da estreia do filme 'Mandela: Long Walk to Freedom' (5/12)

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre a morte de Mandela

O filme "Mandela: Long Walk to Freedom", com o ator Idris Elba no papel principal, é baseado em sua autobiografia "Longo Caminho para a Liberdade".

"Elas receberam a notícia da morte de seu pai durante a projeção e abandonaram o cinema imediatamente", disse nesta sexta-feira a Fundação Nelson Mandela em nota à imprensa.

Ícone antiapartheid: Morre aos 95 anos Nelson Mandela

Leia também: Frases de Mandela que marcaram o mundo

Após a projeção, o produtor do filme Anant Singh anunciou a morte do líder sul-africano e pediu um minuto de silêncio.

Na plateia estavam, entre outras pessoas, o príncipe William – segundo na linha de sucessão ao trono britânico – e a duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

Veja imagens de homenagem a Mandela na África do Sul:

Pessoas se dão as mão enquanto reverendo Ndumiso Gawe lidera prece do lado de fora da casa de ex-presidente Nelson Mandela em Johanesburgo, África do Sul (8/12). Foto: APMulher segura bíblia e programação durante serviço religioso em Soweto (8/12). Foto: ReutersWinnie Madikizela-Mandela (E), ex-mulher de Nelson Mandela, chega para missa na Igreja de Bryanston Methodist, em Johanesburgo (8/12). Foto: APWinnie Madikizela-Mandela, ex-mulher de Nelson Mandela (E), e o presidente sul-africano, Jacob Zuma (C), rezam em honra de Mandela em Johanesburgo (8/12). Foto: APJovens de coro participam de missa matinal em memória de Nelson Mandela na Igreja Regina Mundi, em Soweto (8/12). Foto: APFoto do ex-presidente sul-africano é cercada de flores, velas e mensagens de condolência na Praça Nelson Mandela em Sandton, Johanesburgo (8/12). Foto: APMulher canta durante serviço religioso para o ex-presidente Nelson Mandela na Igreja Regina Mundi, em Soweto (8/12). Foto: ReutersFiel cristão reza em colina sobre Johanesburgo no dia de prece em honra a Mandela (8/12)
. Foto: APGrupo de admiradores de Mandela cantam e dançam do lado de fora de sua casa em Johanesburgo, África do Sul (7/12). Foto: APCriança possa para foto perto de flores e mensagens deixadas em frente da antiga casa de Mandela no Soweto, África do Sul (7/12). Foto: APMulher passa em frente de mural de Mandela na Cidade do Cabo, África do Sul (7/12). Foto: APMenina carregada pelo pai segura flor do lado de fora de casa de Mandela em Johanesburgo (7/12)
. Foto: APMenino com bandeira sul-africana se prepara para colocar flor em memorial improvisado para Mandela em Pretória (7/12). Foto: APPessoas lamentam morte de Mandela durante encontro na rua Vilakazi, no Soweto (6/12). Foto: ReutersCriança coberta com tecido com imagem de ex-presidente Nelson Mandela é vista do lado de fora de sua antiga casa, agora museu, em Soweto (6/12). Foto: APEm cartaz com a foto de Nelson Mandela, sul-africanos deixam mensagens de homenagem em Soweto (6/12). Foto: ReutersCom velas e muitas flores, sul-africanos se reuniram na frente da casa onde Nelson Mandela vivia para prestar homenagens (6/12). Foto: APCrianças seguram pôrteres de ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela durante encontro na rua de Vilakazie, em Soweto (6/12). Foto: ReutersCrianças são vistas cantando e dançando do lado de fora da antiga casa, agora museu, do ex-presidente em Soweto (6/12). Foto: ReutersHomem se emociona durante homenagem do lado de fora da antiga casa do líder antiapartheid, em Soweto (6/12). Foto: ReutersSul-africana se emociona durante homenagem na frente da casa onde Nelson Mandela vivia em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersPessoas se abraçam e se consolam do lado de fora da casa onde Nelson Mandela vivia, em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersCrianças colocam flores em volta de imagem de Nelson Mandela. Sul-africanos prestaram tributo ao ex-presidente (6/12). Foto: ReutersSegurando a imagem de Nelson Mandela, homem canta e dança junto a um grupo. Eles se reuniram lado de fora da antiga casa do ex-presidente em Soweto (6/12). Foto: ReutersMenina canta e segura vela durante homenagem ao ex-presidente Nelson Mandela, em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersMulher acende vela em homenagem ao ex-presidente Nelson Mandela em Soweto (6/12). Foto: ReutersHomem exibe camiseta com a imagem do ex-presidente Nelson Mandela em Johanesburgo (6/12). Foto: APMulheres prestam homenagem ao ex-presidente da África do Sul, conhecido mundialmente por sua luta contra o apartheid (6/12). Foto: ReutersSul-africano exibe camisa com a imagem de Nelson Mandela e dança em homenagem ao ex-presidente, que morreu aos 95 anos (6/12). Foto: ReutersMulheres se abraçam e se consolam em Soweto. O ex-presidente morou na região (6/12). Foto: ReutersRetrato de Nelson Mandela é visto em muro em Soweto, África do Sul (6/12). Foto: APMulher segura vela e se emociona durante homenagem ao líder sul-africano Nelson Mandela, que morreu aos 95 anos (6/12). Foto: ReutersGrupo canta e dança na frente da casa do ex-presidente Nelson Mandela (6/12). Foto: APMulheres lamentam morte do ícone antiapartheid Nelson Mandela do lado de fora de sua casa em Johanesburgo (6/12). Foto: APO arcebispo emérito Desmond Tutu (D) lidera uma missa em memória do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela na Catedral de St George, na Cidade do Cabo (6/12). Foto: APAbraçada com criança, mulher chora a morte do ícone antiapartheid. Sul-africanos prestaram homenagens na frente da casa de Mandela (6/12). Foto: AP


Leia tudo sobre: morte de mandelamandelaáfrica do sulnelson mandela

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas