Comunidade cigana nega rapto de menina loira na Grécia

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia grega está tentando descobrir a identidade de uma menina loira encontrada em um acampamento cigano com uma família com a qual não tinha ligações

BBC

AP
Casal de ciganos foi preso na Grécia, acusado de sequestrar Maria

A comunidade cigana dos roma na Grécia negou que a menina loira encontrada com eles - e cuja foto está rodando o mundo - tenha sido sequestrada.

Conheça a home do Último Segundo

Testes de DNA revelaram que a criança, chamada Maria e com cerca de 4 anos de idade, não tinha parentesco com o casal com o qual vivia. Por isso, a polícia prendeu o casal e divulgou a foto da menina, com a expectativa de encontrar seus pais biológicos.

Na França: Após protestos, Hollande diz que menina deportada pode voltar sem a família

Autoridades locais acreditam que ela tenha sido vítima de sequestro ou de tráfico de crianças.

Mas os roma - comunidade cigana originária do leste europeu - alegam, em entrevista à BBC, que a menina foi abandonada pela mãe biológica, chegou a eles por intermédio de uma terceira pessoa e era criada "com amor".

Ao mesmo tempo, a polícia citou contradições no depoimento do casal detido, que alegava ter tido seis filhos em um período de apenas 10 meses.


Leia tudo sobre: BBCMariaMenina loiraGrécia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas