Britânica é resgatada após ficar presa em igreja e pedir ajuda por Twitter

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Sarah Greep afirmou que não queria usar o telefone para não atrapalhar domingo ensolarado de ninguém

BBC

Uma mulher que ficou presa em uma igreja conseguiu socorro enviando mensagens pelo Twitter. Sarah Greep, da cidade de Plymouth, no sul da Inglaterra, foi trancada na igreja de St. Andrew, no último domingo, por voluntários que não sabiam que a mãe de duas crianças estava lá dentro.

Na França: Idosa sobrevive após três semanas trancada em banheiro

PA
Depois do resgate, Sarah afirmou: 'Eu não consigo imaginar um lugar melhor para ficar trancada'

Saiba mais: Polícia liberta palestina que pai trancou em banheiro por 9 anos

A dona de casa, que vende geleias e tem 43 anos, pensou em soar o alarme, mas preferiu utilizar um recurso mais moderno para pedir ajuda - o Twitter.

Sarah escreveu: "Estou presa dentro da igreja de St, Andrews! Estava rezando na capela privada e quando saí, todo mundo já tinha ido embora e as portas estavam trancadas. #Plymouth #help".

Mais tarde, ela adicionou: "Estou pensando na melhor forma de sair dessa igreja, gerando o mínimo de perturbação. Está bem quieto e calmo por aqui, então não precisa ter tanta pressa. #Plymouth".

Sarah passou as horas seguintes tentando alternativas para conquistar a liberdade, como quando usou o telefone para conseguir o número do zelador da igreja.

Mas os tuítes da mulher chamaram a atenção da polícia local, que conseguiu obter uma chave com um dos responsáveis por guardar a igreja, que tinha uma cópia extra.

"Quando percebi que estava trancada, comecei a buscar na minha agenda do telefone quem eu poderia contactar", contou. "Mas como o dia estava muito bonito lá fora, imaginei que a maioria das pessoas estaria se divertindo com o bom tempo. Não queria atrapalhar ninguém, então eu comecei a tuitar".

Ela disse que chegou a tentar ligar para os telefones de alguns voluntários da igreja, dos quais encontrou o número num pequeno panfleto que estava no prédio, mas não conseguiu.

"Eu tentei checar as portas, mas elas estavam trancadas. Então eu encontrei garrafas de vinho também... Eu pensei: 'Deus provavelmente não se importaria se eu bebesse um pouco', mas no final alguém chegou para me resgatar", relembrou.

Sarah disse que se não tivesse sido resgatada teria de esperar por outras quatro horas até a missa das 18h30.

Além dos tuítes, Sarah postou um vídeo durante o período que ficou trancada que também chamou a atenção dos moradores da cidade.

Depois do final feliz, ela complementou: "Eu não consigo imaginar um lugar melhor para ficar trancada. Na igreja tinha tanta paz e eu estava totalmente sozinha, com o aquela luz do sol entrando pela janela. No entanto, achei que não ficaria tão calma durante a noite", afirmou.

Leia tudo sobre: reino unidoigrejatwittertelefone

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas