Calor bate recorde e chineses fritam carne na calçada; assista

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Com o julho mais quente em 140 anos, Xangai registrou várias mortes; temperatura chegou a 40,6 graus na cidade

BBC

As temperaturas estão batendo recordes neste verão na China, o que levou o governo a divulgar pela primeira vez um alerta nacional para os perigos do calor.

Janeiro: Onda de calor faz Austrália adotar mais cores na escala de temperatura

Ciência: Onda de calor de 2010 na Europa foi a pior da história

Várias pessoas já morreram na cidade de Xangai, que enfrenta o mês de julho mais quente dos últimos 140 anos. E, nos últimos dias, a temperatura na cidade chegou a 40,6 graus, a maior já registrada.

Jornalistas chineses testaram o calor nas ruas jogando água - que ferveu em um piso de mármore. Eles também conseguiram fritar um pedaço de carne de porco no chão em apenas dez minutos e derreter parte de uma vela.

As cenas começaram a ser imitadas: os chineses estão fritando comida no chão e postando as fotos na internet.

O Serviço Meteorológico nacional chinês já divulgou um alerta de emergência para o calor. Segundo os especialistas, em algumas áreas do país as temperaturas acima dos 35 graus devem prosseguir por mais uma semana.

Assista ao vídeo:


Leia tudo sobre: chinaverãoonda de calor

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas