Estocolmo tem terceira noite de protestos e distúrbios; assista

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Acredita-se que a morte de um homem pela polícia em um bairro de imigrantes tenha desencadeado protestos na capital sueca

BBC

Manifestantes causaram distúrbios nas ruas de Estocolmo, na Suécia, pela terceira noite consecutiva. Segundo a imprensa do país, mais de 100 carros foram incendiados no domingo à noite. Nas noites seguintes, houve ataques com pedras contra delegacias e escolas.

Em 2011: Oito policiais ficam feridos após manifestação em Londres

Acredita-se que a morte a tiros de um homem de 69 anos pela polícia na semana passada tenha desencadeado os protestos. O incidente ocorreu no subúrbio pobre de Husby, onde mais de 80% da população é de origem estrangeira.

Policiais teriam sido chamados para investigar distúrbios em uma residência e, quando invadiram o local, foram ameaçados pelo homem, que teria brandido um facão.

O estudante de direito e fundador da associação juvenil Megafonen, Rami al-Khamisi, disse a jornalistas locais que as manifestações são uma reação ao aumento da marginalização dos moradores da Suécia, tanto do ponto de vista racial quanto de classe social.

O primeiro-ministro do país, Fredrik Reinfeldt, disse que a Suécia não se deixará intimidar por "desordeiros" e que os suecos não serão intimidados pela violência.

Assista ao vídeo:


Leia tudo sobre: estocolmosuéciaviolênciaprotesto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas