Polônia constrói estátua gigante do papa João Paulo 2º

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Monumento de mais de 13 metros de altura deve ser inaugurado neste sábado mas já divide opiniões no país

BBC

AP
Para associação de arquitetos, qualidade da estátua deixa a desejar

A Polônia está pronta para inaugurar uma estátua gigante do papa João Paulo 2º que deve ser a maior escultura do pontífice já feita até hoje.

Pesando cinco toneladas e medindo mais de treze metros de altura, a estátua de fibra de vidro mostra o papa de braços abertos.

Ela foi construída na cidade de Czestochowa, no sul do país, que abriga o mais importante local de peregrinação da Polônia, o monastério de Jasna Gora (onda está exposta a imagem de Matka Boska Czestochowska, a Virgem Maria Negra).

Veja a cobertura completa do conclave que escolheu o novo papa Francisco 

Durante a cerimônia de inauguração neste sábado (13) um coro, um arcebispo e um ator lerão textos selecionados entre os escritos de João Paulo 2º.

A estátua foi construída em torno de uma estrutura de aço, por uma empresa especializada em fabricar dinossauros de fibra de vidro para parques temáticos, segundo o correspondente da BBC em Varsóvia, Adam Easton.

O financiador do projeto, Leszek Lyson, disse que queria agradecer ao papa polonês pela vida de seu filho.

Lyson salvou o filho do afogamento durante um período de férias na Croácia há três anos.

Reações

A Polônia é um dos países mais católicos da Europa, mas mesmo lá a estátua não é uma unanimidade, segundo Easton.

Leia também:
América Latina terá relíquia com sangue de papa João Paulo 2º
Morre Jerzy Kluger, amigo judeu que influenciou João Paulo 2º
Mais de um milhão de pessoas assistem à beatificação de João Paulo 2º

Uma campanha foi lançada no Facebook para protestar contra o fato de a figura de João Paulo 2º ter sido posicionada de costas para a cidade.

Além disso, a associação de arquitetos de Czestochowa criticou a qualidade da estrutura de fibra de vidro.

O nome de nascimento de João Paulo 2º era Karol Wojtyla. Ele nasceu na cidade polonesa de Wadowice e se tornou arcebispo de Cracóvia, surpreendendo o mundo católico ao ser eleito papa em 1978.

Primeiro papa não italiano em mais de 450 anos, João Paulo 2º visitou mais de 120 países em suas quase três décadas de pontificado, tornando-se um dos rostos mais conhecidos do mundo.

Na Polônia, ele é admirado por grande parte da população por seus esforços para libertar o país do comunismo e do domínio da União Soviética.

João Paulo 2º morreu em 2005 aos 84 anos de idade. Em 2011, ele foi beatificado – o penúltimo passo para a canonização.

Leia tudo sobre: papa joão paulo 2ºpolôniapapa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas