Presos sobem corda e fogem de helicóptero no Canadá

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Fuga desencadeou gigantesca caçada humana por parte das autoridades perto de Montreal: os dois prisioneiros foram recapturados horas depois

BBC

BBC
Polícia canadense acabou capturando os dois fugitivos

Dois detentos fizeram uma ousada fuga de uma prisão no Canadá ao escalar uma corda para subir em um helicóptero em plena luz do dia. Oficiais da prisão de St-Jerome, perto de Montreal, disseram que a fuga aconteceu no domingo, por volta das 14h20 do horário local.

2012: Ao menos 30 presos fogem de prisão após motim no México

A fuga desencadeou uma gigantesca caçada humana por parte das autoridades locais. Um dos fugitivos acabou sendo capturado e o outro também foi pego algumas horas depois. Duas outras pessoas também foram detidas por causa da tentativa de fuga. Os dois presidiários foram identificados como sendo Benjamin Hudon-Barbeau, de 36 anos, e Danny Provencal, de 33.

'Pronto para morrer'

Antes de ter sido capturado, Hudon-Barbeau chegou a ligar para uma rádio de Montreal dizendo: ''Não quero ferir ninguém. Mas não quero ficar na prisão, estou pronto para morrer''. Ele havia sido preso em novembro, por acusações envolvendo armas de fogo ligadas a uma investigação sobre um duplo assassinato cometido na Província de Quebec.

De acordo com a rádio pública canadense Rádio Canadá, Hudon-Barbeau tinha ligações com a gangue de motociclistas Hell's Angels, que a polícia diz estar envolvida em supostas atividades criminais, tráfico de drogas e crime organizado.

Provençal, o outro fugitivo, está cumprindo uma pena de mais de 7 anos por diversos delitos. O helicóptero usado na fuga, encontrado a 85 quilômetros da prisão, teria sido roubado de uma companhia de excursões.

A prisão de St-Jerome, que abriga 480 prisioneiros, foi sede de uma pequena rebelião no mês passado. Na ocasião, a polícia usou spray de pimenta para conter os presos. De acordo com a emissora de TV canadense CTV, presídios da Província de Quebec costumam ficar cheios nos finais de semana, quando prisioneiros chegam para cumprir sentenças curtas, o que pode levar a superlotações.

Leia tudo sobre: canadáfugaquebec

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas