Líder da Coreia do Norte assiste partida com ídolo de basquete dos EUA

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Dennis Rodman esteve no país para rodar documentário e promover 'diplomacia do esporte'

BBC

A Coreia do Norte divulgou fotos do líder do país, Kim Jong-un, se encontrado com o conhecido ex-jogador de basquete americano Dennis Rodman.

Rodman, que foi um dos ídolos dos Chicago Bulls, era conhecido pelas suas constantes pinturas de cabelo em tons berrantes, pelos vários piercings que tinha no rosto e por se vestir de mulher ocasionalmente.

China: História sobre 'sensualidade' de líder norte-coreano engana imprensa 

Casamento de Kim Jong-un: Mistérios cercam primeira-dama da Coreia do Norte

AP
Kim Jong-un e Dennis Rodman assistem à partida de basquete em Pyongyang, Coreia do Norte

Show: EUA criticam show com o Mickey na Coreia do Norte

Kim, que é um conhecido fã de basquete, foi visto assistindo à uma partida em Pyongyang, capital da Coreia do norte, ao lado de Rodman, que está no país para rodar um documentário com uma produtora americana.

O jogo contou com a presença de três integrantes dos Harlem Globetrotters, que se juntaram a Rodman durante a turnê, e membros do ''Dream Team'' da Coreia do Norte.

Perfil: Saiba mais sobre o filho de Kim Jong-il, Kim Jong-un

Rodman e os Globetrotters chegaram à Coreia do Norte no começo da semana, acompanhados pela produtora de TV Vice, que afirmou que eles pretendem realizar um pouco de ''diplomacia do basquete''.

Segundo Ryan Duffy, um dos jogadores da partida, o público ''estava bem envolvido com o jogo, riu de todos os truques dos Globetrotters e fez bastante barulho perto do final, quando o placar foi se aproximando''. A partida acabou empatada em 110 a 110. ''Foi a coisa mais divertida que eu já fiz em muito tempo'', afirmou Duffy.

Amizade

Kim estava vestindo sua tradicional túnica azul escura, enquanto Dennis Rodman, conhecido por sua aparência exuberante, estava com um sóbrio terno negro e óculos escuros, mas com seus tradicionais piercings no rosto. ''Eles fizeram amizade durante o jogo. Os dois estavam gostando das jogadas loucas, e os Globetrotters deram um tremendo show'', disse Shane Smith, fundador da Vice.

Em um discurso no ginásio da partida, Rodman disse que Kim poderia ver nele ''um amigo pela vida toda''. O encontro foi mostrado na TV estatal norte-coreana KCNA, que afirmou que Kim deu ''boas vindas calorosas'' e ''deixou que ele sentasse a seu lado''.

A KCNA afirmou que os americanos e os norte-coreanos compartilharam táticas e técnicas de jogo. Após a partida, os jogadores se juntaram a Kim e sua mulher em um banquete descrito por Mr Duffy como uma ''festa épica''.

Rodman foi o mais destacado americano a já ter visitado Kim desde que este assumiu o poder no país no ano passado, substituindo a seu pai, o falecido Kim Jong-il. A turnê dos atletas americanos ocorre em um momento de elevadas tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte após o país ter realizado testes com mísseis, em ações consideradas uma infração de resoluções da ONU.

Leia tudo sobre: coreia do nortekim jong unbasqueteeuadennis rodman

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas