Agência se confunde e oferece emprego em bordel a jovem na Alemanha

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Garota de 19 anos buscava emprego de arrumadeira, mas recebeu oferta para centro de prostituição; instituição pediu desculpas

BBC

Uma agência de empregos na Alemanha emitiu nesta sexta-feira (8) um pedido de desculpas após oferecer a uma jovem desempregada um trabalho como hostess em um bordel, informou um jornal local em Augsburg, na Bavária, sul do país.

Holanda: Autoridades querem limitar prostituição em Amsterdã

Inglaterra: Casa de repouso causa polêmicaao contratar prostitutas

A mãe da menina, de 19 anos, teria "gritado" quando leu a carta oferecendo o emprego à sua filha, acrescentou o diário Augsburger Allgemeine.

Em entrevista ao jornal, o diretor da agência de empregos afirmou que deveria ter conversado com a menina sobre a oferta de trabalho antes de enviar a correspondência. Roland Fuerst reiterou que o emprego oferecido não era prostituição.

Amsterdã: Prostitutas mais velhas contam segredos em livro

A prostituição é legal na Alemanha e a agência de emprego sabia que o estabelecimento em questão era um bordel, informou o jornal. A jovem disse ao jornal: "Estava buscando por um trabalho decente como arrumadeira - mas não em um bordel".

"Fiquei totalmente chocada quando li a carta. Minha mãe perdeu totalmente o controle e começou a gritar quando leu a correspondência."

Leia tudo sobre: alemanhaempregoprostituiçãobordel

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas