Cafés de Amsterdam cobram RG de comprador de maconha; assista

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Novas leis prometem endurecer venda da droga para turistas; donos de coffee shops reclamam

BBC

Novas leis forçarão 70 coffee shops em Amsterdam a fecharem as portas.

Eles têm que estar a 250 metros de escolas, por exemplo, ou cobrar a identidade do comprador para manterem as atividade.

Leia também:
Campanha pela legalização da maconha nos EUA elabora estratégia
'Sem saber', idosos cultivam pé de maconha gigante no Reino Unido

Este setor gera cerca de 400 milhões de dólares por ano. E, pelo menos em Amsterdam, segue tendo apoio das autoridades locais. 

Mas donos dos cafés temem que o endurecimento na lesgislação sobre a maconha na Holanda seja uma catástrofe para o setor.

Eles advertem que proibir a venda a estrangeiros em coffee shops levaria o consumidor a comprar nas ruas. E traficantes, lembram, não pedem identidade, não se preocupam se o comprador é um menor de idade e vendem drogas pesadas.

Leia tudo sobre: holandaamsterdãcoffe shopsmaconhalegislação

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas