Após alerta de fumaça, tripulação e passageiros tiveram de usar escorregador inflável para deixar a aeronave

BBC

Passageiros tiveram de sair de avião em processo de retirada de emergência
BBC
Passageiros tiveram de sair de avião em processo de retirada de emergência

Uma evacuação de emergência de um avião da companhia Jet2 deixou 17 pessoas feridas e fechou o aeroporto de Glasgow, na Escócia, na manhã desta sexta-feira.

Leia também:  Piloto pousa avião em aeroporto errado na Indonésia

O piloto do Boeing 737 da companhia aérea britânica fez uma parada de emergência quando se preparava para decolar rumo à Alicante, na Espanha, depois que um alerta de fumaça soou dentro da cabine por volta das 7h40 no horário local.

A tripulação e os 189 passageiros evacuaram o avião pela saída de emergência, usando um escorregador inflável. Quatro pessoas foram levadas ao hospital e 13 receberam tratamento médico no local, com ferimentos leves, de acordo com informações da polícia. "Os serviços de emergência estão fazendo os atendimentos e os passageiros foram evacuados por precaução", disse um porta-voz da polícia.

Em um comunicado, a Jet2 informou que o voo LS177 foi forçado a abortar a decolagem por conta de fumaça na cabine e que os 189 passageiros que estavam a bordo desembarcaram.

Pelo menos 12 voos internacionais foram atrasados e uma partida para Dublin, na Irlanda, foi cancelada por conta do incidente. Seis pousos foram deslocados para o aeroporto de Edimburgo, capital escocesa, e no fim da manhã a pista do aeroporto de Glasgow já havia sido reaberta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.