Pais de professor britânico que fugiu com aluna fazem apelo por retorno

Jeremy Forrest, 30 anos, e Megan Stammers, 15, estão sendo procurados por toda a Europa; há mandado de prisão contra ele

BBC Brasil |

BBC

BBC
Pais de professor que fugiu com aluna fazem apelo emocionado por retorno

Os pais do professor de matemática britânico Jeremy Forrest, que fugiu para a França com uma aluna de 15 anos, fizeram um apelo emocionado para que o filho volte para casa.

"Há muitas pessoas aqui desesperadas para saber como vocês estão", disse Jim, pai do professor, em entrevista coletiva, enquanto sua mulher chorava copiosamente a seu lado. "Por favor, entrem em contato. Só peço que um de vocês nos ligue ou envie um e-mail para que possamos saber que estão bem", afirmou Jim, que é escocês, mas vive no sudeste de Londres.

Forrest, de 30 anos, fugiu com a estudante Megan Stammers, com quem ele mantinha um relacionamento amoroso. Pouco antes do apelo, a polícia de Sussex anunciou ter emitido uma ordem de prisão válida em toda a Europa contra o professor.

Segundo o padastro de Megan, Martin, o desaparecimento da menina abalou toda a família. "(Essa situação) é horrível não só para mim e para Danielle (mãe de Megan), mas para toda a família. É devastador, estamos destruídos", disse em entrevista ao programa da BBC Crimewatch.

Leia também:  Polícia divulga foto de adolescente com professor e aciona a Interpol

"Megan, se você está vendo isso, pegue o telefone e ligue para sua mãe. Sua mãe está arrasada, querida, apenas pegue o telefone e ligue para que saibamos que você está bem."

Martin também agradeceu às pessoas que usaram mídias sociais para ajudar a divulgar seus apelos. "Só pedimos que as pessoas continuem a twitar, que façam todo o necessário para espalhar o nosso apelo e trazer Megan de volta", afirmou.

Rumores e informações

Acredita-se que Megan e Forrest estejam viajando em um Ford Fiesta preto. Os dois estão desaparecidos desde o dia 20 de setembro. Eles foram gravados pelas câmeras de vigilância de uma balsa em Dover, cidade costeira britânica a partir da qual é feita a travessia para a França.

BBC
Megan Stammers e Jeremy Forrest, em imagens de câmera de segurança

Segundo o investigador Jason Tingley, diversos países europeus e a Interpol têm colaborado com a polícia britânica repassando "rumores e informações" sobre o paradeiro do casal. Uma porta-voz da Polícia de Surrey confirmou que uma mulher britânica da localidade de Bramley diz ter visto os dois em Paris.

O desaparecimento da adolescente com o professor vem sendo acompanhado de perto pela mídia britânica, que tem destacado desdobramentos potencialmente polêmicos do caso envolvendo autoridades.

Foi confirmado, por exemplo, que a polícia já havia sido informada há uma semana do envolvimento da estudante com o professor - e a prefeitura local, que administra a escola, também acompanhava o caso - embora não esteja claro se medidas concretas foram tomadas pelas instituições que pudessem proteger a adolescente.

Esta é a terceira vez em que um integrante do corpo docente da escola Bishop Bell Church of England School, em Eastbourne, é envolvido em um escândalo.

Em fevereiro de 2009, o professor Robert Healy foi preso por sete anos, depois de admitir relações sexuais com duas alunas com idades entre 15 e 16 anos.

No início deste ano, também foi revelado que um padre aposentado fora autorizado a permanecer como diretor da escola por mais de um ano depois de 38 acusações de abuso sexual infantil virem à tona.

    Leia tudo sobre: reino unidofrançajeremy forrestmegan stammers

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG