Desaparecida, estudante de 15 anos é vista fugindo com professor casado

Megan Stammers foi declarada desaparecida após faltar em aula na sexta-feira (21). Ela foi vista cruzando o Canal da Mancha em uma balsa com professor de matemática

BBC Brasil |

BBC

BBC Brasil
Estudante Megan Stammers, de 15 anos

As polícias britânica e francesa montaram uma operação de buscas para tentar localizar uma adolescente de 15 anos declarada desaparecida na sexta-feira e que teria fugido para a França com um professor casado de 30 anos. A estudante Megan Stammers foi dada como desaparecida após faltar em aula na sexta.

Segundo a polícia do condado britânico de Sussex, ela teria sido vista cruzando o Canal da Mancha em uma balsa com o professor Jeremy Forrest, que leciona matemática na escola em que ela estuda. Os dois estariam a bordo de um carro de propriedade do professor.

No sábado, o pai da menina, Martin Stammers, afirmou: "Queremos apenas que Megan entre em contato conosco. Estamos preocupados e sentimos sua falta. Por favor, entre em contato, Megan". Segundo o inspetor de polícia Jason Tingley, a família está "incrivelmente perturbada" com seu sumiço e quer que ela volte para casa o mais rápido possível.

'Dilema moral'

Segundo a mídia britânica, o professor, que se casou no ano passado, havia postado um comentário em um blog em maio afirmando enfrentar um "dilema moral". "Há uma semana, tive de lidar com um certo dilema moral, tanto internamente quanto externamente", afirmou.

BBC: 
Gay conta ter gasto mais de R$ 60 mil em 'conversão' à heterossexualidade
Mãe descobre morte da filha por Facebook no País de Gales

"E a questão predominante que isso me deixou foi: Como nós deveríamos definir o que é certo ou errado, aceitável ou inaceitável?", questionou. "Eu cheguei a algumas conclusões diferentes, principalmente, que nós realmente fazemos muitas coisas erradas, mas, no fim das contas, eu fiquei satisfeito com o fato de poder me olhar no espelho e saber que, por trás de tudo, você é uma pessoa boa e deveria confiar em seu próprio julgamento", concluiu.

Esta é a segunda vez em menos de um ano em que a escola, na cidade de Eastbourne, enfrenta um escândalo. No início do ano, a instituição foi acusada de manter em seu conselho um sacerdote aposentado acusado, no ano passado, por 38 casos de crianças e adolescentes molestados sexualmente nos anos 1960 e 1970.

    Leia tudo sobre: bbcestudante fogedesaparecida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG