Vítima disse que animal 'adorável' pulou para fazer carinho e, sem querer, colocou a pata na arma

BBC

Um cão atirou sem querer no seu dono atingindo a mão deste. O animal apertou acidentalmente o gatilho da espingarda de seu dono durante uma caçada em Dordogne, no sudoeste da França.

O tiro arrancou parte da mão direita do caçador, que ele teve de amputar após ter sido levado para um hospital em Bordeaux. Mas a vítima, que foi referida apenas pelo primeiro nome, Rene e que tem 55 anos, eximiu o animal de responsabilidade pelo acidente, dizendo que ele só podia culpar a si mesmo, por não ter acionado a trava de segurança.

''Não foi culpa do cão, ele é adorável'', afirmou o dono em entrevista à rádio France Bleu.

O acidente ocorreu quando o caçador participava de uma caçada a veados no domingo, juntamente com três cães basset. Dois cachorros perseguiram um veado, enquanto que o terceiro, mais novo e sem experiência em caçadas, permaneceu ao lado de seu dono, segundo o relato da revista francesa Le Point.

''Ele pulou para me fazer um carinho, eu creio'', afirmou Rene. ''E ao pular, ele colocou sua pata na arma.''

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.